Se o objetivo for provocar o colapso do governo, “desidratar” em muito a proposta de reforma da Previdência seria um método bastante eficiente, de resto gerando efeitos colaterais severos para todos os que precisam de serviços e do investimento públicos.

Veja mais em: https://www.infomoney.com.br/blogs/economia-e-politica/alexandre-schwartsman/post/8295944/dano-colateral