Presidente do Conselho do Credit Suisse no Brasil e Diretor do Centro de Debate de Políticas Públicas (CDPP).

É formado em economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, tem mestrado em economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e doutorado em economia pelo Massachusetts Institute of Technology.

Em junho de 2016 foi empossado como Presidente do Banco Central do Brasil  ficando até março de 2019. Em 2018 foi eleito “Central Banker of the Year” pela revista The Banker.

Ilan Goldfajn já havia assumido a diretoria de Política Econômica do BC em 2000, quando a autoridade monetária era comandada por Armínio Fraga.  Ficou até meados de 2003, já com o BC presidido por Henrique Meirelles.

Ao longo de sua carreira, publicou diversos artigos, livros e atuou na academia, em organismos internacionais e no setor financeiro.

Entre os cargos ocupados, estão o de economista-chefe e sócio do Itaú Unibanco, sócio-fundador da Ciano Investimentos, sócio da Gávea Investimentos, professor da Pontifícia Universidade Católica (PUC) e da Brandeis University (EUA), economista do Fundo Monetário Internacional, consultor do Banco Mundial.

É diretor do Centro de Debate de Políticas Públicas (CDPP).

Desde setembro de 2019 ocupa o cargo de Presidente do Conselho do Credit Suisse no Brasil.